352. Secreções cotidianas

1017388-250x250

“Secreções, excreções e desatinos” é um livro de contos de Rubem Fonseca. O nome, por si, já é bastante sugestivo.

Entre vários textos, uma vida além da banalidade cotidiana; um aprofundamento sem igual da rotina até o insofismável, que reflete bem que um rosto na rua é apenas a camada de nata que esconde o leite. Um homem que passa a dedicar-se à copromancia; um assassino que se comporta como um trivial sedutor barato, pústulas curadas com saliva, suicídios frustrados. Coisas que pululam na vida dos nossos vizinhos, das pessoas com quem cruzamos pela rua, e que jamais saberemos.

Rubem Fonseca nos dá um retrato pitoresco e magnífico de pequenas glórias e infâmias. Em suma, um livro humano, muito humano.

“Secreções, excreções e desatinos” – Rubem Fonseca – 141 págs. – Companhia das Letras

* * *

Publicado no Menu Cultural da Tribuna Impressa de Araraquara em 21/1/2013.

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: