349. Tetas de Carnaval

É época delas. Seja nos desfiles, com siliconadas e brilhosas celebridades, seja nas arcas do Estado para financiar o Carnaval. Mas como assim? De onde se tirou que o poder público tem obrigação de financiar festa popular? “É obrigação do Estado fomentar a cultura.” Cultura com paetês, plumas e birita? Cultura, para mim, fomenta-se investindo — de verdade — em escolas, museus, bibliotecas. Tetas estatais para que fulanas de tevê mostrem as suas, para que as pessoas se divirtam? Perdão, mas diversão é assunto privado e deve ser financiado por dinheiro privado, de quem se interesse em bancar.

E antes que digam que Carnaval é uma representação da cultura popular, já me adianto: um dia foi. Arrumem patrocínio privado.

* * *

Publicado na Tribuna Impressa em 13/1/2013/

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: