348. Haverá Brasil?

O Estado brasileiro precisa ser reformulado profundamente se quiser sobreviver; do modo como está hoje organizado, sua existência futura é duvidosa. Talvez o leitor se assuste, mas é exatamente isso: caso não haja uma reforma política a médio prazo, a unidade política do País estará ameaçada — o que não necessariamente é ruim.

Abraçamo-nos à ideia de Brasil como uma viúva desesperada mantém as cinzas do marido. A pátria auriverde — amarelo Habsburgo e verde Bragança, é sempre conveniente lembrar — não passa de uma ideia abstrata. “Mas toda a ideia de pátria é abstrata”, dirá o leitor. Sim, mas há graus de abstração: do inteligível ao insondável.

O que realmente nos une como brasileiros além dos documentos? Um senso de “povo festeiro” que tem cheiro de fim de festa; o maldito “jeitinho”, a alegria forçada que parece mais uma doença, as paisagens naturais que já existiam antes mesmo de os portugueses porem os pés aqui? Parece que a patriotada das aulas de EMC e OSPB apenas mudou de forma e conseguiu fazer-se ainda mais boçal.

Precisamos repensar o País e seu significado, se quisermos que ele sobreviva. Os regionalismos latentes já se aguçaram na questão da divisão dos royalties do petróleo. O federalismo à brasileira é assim: lucro para todos os estados, prejuízos para quem produz. Não escutei ninguém falar em divisão de ônus caso aconteça um acidente ambiental. Ah, aí é problema de quem produz.

Ou o Brasil revê suas estruturas políticas e institucionais, profundamente acorrentadas pelo clientelismo e pela burocracia, promove um federalismo real entre estados e municípios, ou estará fadado à desagregação ao som de um pagodinho fuleiro.

* * *

Publicado na Tribuna Impressa de Araraquara em 12/1/2013.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: