322. Cidades novas

[…]
 Dos mármores partidos e das colunas trágicas
[…]
Giorgios Seféris, VI, de “Mitologia”

Nunca houve mármore por aqui.
Apenas o corpo bárbaro da taipa
e seu esqueleto de ripas.
Houve — e ainda há algures —
o tristonho e roído sorriso do tijolo.
Hoje, somente a porosidade cinza
do concreto, fora do tempo.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: