317. De novo

Hoje é dia de exercermos o nosso dever-direito, dentro de um incongruente marco constitucional. De dois em dois anos, temos de rastejar às urnas para eleger quem pretensamente nos representa. A obrigatoriedade do voto arrasta às seções milhares de pessoas que não têm o menor interesse em tal direito. O STF já bateu o martelo: mesmo sem candidatos, temos de comparecer às urnas para manifestar nosso descontentamento.

Já abordei neste espaço — e não faz muito tempo — a falta de legitimidade que têm nossos pleitos. A democracia cujo único critério de validação são os números — e não qualidade do voto — e seu caráter referendário, por concentrar excessivos poderes nas mãos do Executivo.

É óbvio que uma reforma política está fora de questão. Não interessa aos políticos. Tudo lhes é muito confortável: o presidencialismo de coalizão, a rígida estrutura partidária que não permite agremiações em nível estadual ou federal, o voto proporcional, que dilui a base de representação dos parlamentares e deixa regiões inteiras sem representação e abre espaço para todo o tipo de arrivista: dos mais comuns aos fracassados em suas profissões de origem.

A política, entre nós, não é o como administrar a polis, a coisa pública: virou — e há muito — arrimo de oportunistas, de arrivistas, de gente cujo interesse não são as atribuições do cargo — esta Tribuna mesmo mostrou que muitos candidatos a vereador desconhecem as funções do posto —, mas sim uma sinecura ou um lugar privilegiado para suas atividades paralelas.

E lá vamos nós. De novo.

* * *

Publicado na Tribuna Impressa de 7/10/2012, dia das eleições municipais.

Anúncios
Post anterior
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: