315. O fetiche do carro

“Voa, urubu albino!”

Araraquara ganha um veículo por hora. É o que nos informa a reportagem de Roberto Schiavon na edição de sábado (29/9) da Tribuna. Fora a queda dos impostos — paliativo para segurar manter o consumo em alta e protelar as reformas estruturais tão necessárias à economia —, a alta tem relação com o fetiche brasileiro por automóvel.

Mal faz 18 anos, o sonho dourado da juventude é tirar carta de condução. Se compra o carro ou o ganha dos pais é irrelevante: o Governo não se importa; as montadoras esfregam as mãos. É o começo do círculo vicioso: o feliz proprietário do veículo automotor não sairá de casa a pé nem para ir à padaria. Tudo será feito de carro, que é não apenas uma comodidade, como também símbolo de status. E quanto mais novo e reluzente, melhor!

Depois, acaba tendo de fazer algo estranho: sair para “caminhar”, porque é saudável. Ora, por que não deixa o carro em casa um pouco? É tarde. Já foi escravizado pelo objeto.

É claro que há exceções, de gente que realmente precisa locomover-se de carro por conta de horários — certamente você tentará se encaixar aqui, nada é tão cômodo quanto o autoengano —, mas uma grande parte da população motorizada o faz por comodidade e tal benesse está custando caro à qualidade de vida urbana: tanto pelo acúmulo de veículos na rua, quanto pelos pontos problemáticos nas principais vias (vide a novela dos balões) e pela cada vez maior falta de civilidade no tráfego: o excesso de velocidade, os equipamentos de som — fora o intrínseco mau gosto musical que os acompanha — e a pressa de não parar para dar passagem a um pedestre ou uma bicicleta.

É o paradoxo dos nossos tempos: quanto mais moderno, mais primitivo.

* * *

Publicado na Tribuna Impressa de Araraquara em 2/10/2012.

Anúncios
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: