281. A república do assombro

Este é o meu 30º texto de opinião publicado na Tribuna Impressa de Araraquara. Enjoy it.

* * *

Vai precisar rezar muito mesmo

Se Lula sente-se no direito de cobrar um magistrado da mais alta corte do País — e isso veio à tona —, imagine o que não acontecia quando ele era presidente da República. Esse tipo de manobra só mostra a faceta mais óbvia da podridão que lastreia a coisa pública brasileira. Nossa república — coitada — de bem comum a cosa nostra.

Nem a doença do ex-presidente tira-lhe a empáfia, a aura de ungido. O mais curioso é que esse tipo de personalidade, o caudilho, é algo muito hispano-americano. Talvez o aparecimento de Lula seja indício que estamos nos integrando à América Latina, para bem e para mal.

Há alguns dias, Barack Obama fez uma insinuação sobre o possível veto da Suprema Corte americana a uma lei aprovada pelo Congresso e bastou para desencadear uma minicrise. Porque, na sociedade americana, a intenção corresponde à materialidade de uma ação.

Muitos de nós — e vejo isso com assombro — veem como natural que “o Cara” tenha esse tipo de influência. Que a barafunda é mera invenção da Veja, do PSDB, de FHC ou do monstro fictício mais à mão. Estamos acostumados ao absurdo; não nos causa mais repulsa. A insensatez é a nossa rotina política e social.

É encostado à parede e já sem fôlego que constatamos uma deterioração sem par da situação política. Uma argentinização — leia-se a Argentina sob o kirchnerismo — do Brasil. E quanto mais tempo PT et caterva ficarem no poder, mais profunda será a vigilância, a censura, o controle da vida dos cidadãos por um Estado mastodôntico e onipresente.

Tomemos consciência; ou afundemos no lodaçal das pequenezas, ignorando o que há ao redor. É o que eles desejam.

* * *

Publicado em 5/6/2012.

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: