271. Deseducação

Talvez ontem fosse um pouquinho melhor.

Alguns dizem que a família é uma instituição falida. Talvez sim, talvez não; é algo de analisar caso a caso. A única instituição que realmente faliu e perdeu sua justificativa é a escola.

Esta Tribuna noticiou, em sua edição de sexta passada (11/5, pág. A7), o caso da professora que foi furtada e ameaçada de morte por um aluno de 14 anos. Esse tipo de episódio é pouco comentado, mas é muito mais frequente do que se imagina.

Já faz tempo que o ensino é dominado por pedagogos, e mesmo professores de outras disciplinas estão reféns desse furor burocrático. Basta ver uma prova, p. ex., para professor de Português, em que cerca de um quarto das questões são da disciplina e o restante perde-se na decoreba de legislação (Constituição, ECA, LDB) e na repetição psitacídea de burocratas e filosofastros da Educação (Philippe Perrenaud, Paulo Freire, Antoni Zabala et caterva).

A voracidade com que a pedagogia caiu nas escolas tirou a autoridade dos professores e esvaziou a função de instrução, transformando-as em creches, meros aparatos assistencialistas. Prova cabal é que a maioria das nossas crianças deixa o ensino como tábula rasa. Isso se ainda não saírem piores de quando entraram, à maneira como funcionam nossos presídios, que, em vez de recuperarem, degradam mais.

O pior mesmo é que o Estado nos obrigue a pôr as crianças nas escolas, a deixá-las em um lugar que fomenta uma falsa igualdade, nivelando-as “por baixo”. Por que o Estado não nos permite o homeschooling?

Costumamos creditar a falência da escola aos políticos e a partidos. Eles também têm sua parte, mas as pretensiosas teorias pedagógicas e suas leituras ortodoxas são a principal causa do declínio.

* * *

Artigo publicado na Tirbuna Impressa de Araraquara em 15/5/2010.

Anúncios
Deixe um comentário

1 comentário

  1. @tomfmartins

     /  15/05/2012

    Concordo. A educação está dominada por tiazinhas cultuadoras de Paulo Freire. Educação virou sinônimo de doutrinação marxista, feminista e censura politicamente correta.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: