249. Epilepsia política

Tudo agora, nada depois.

Crescemos 2,7% no ano passado. Alguns comemoram mesmo que o índice esteja abaixo do projetado tanto pelo mercado quanto pelo Governo. Comemoram porque “estamos ainda acima” dos países desenvolvidos, afetados pela crise. Pergunto eu: que vantagem estar com o pescoço para fora da água enquanto o resto está submerso?

Estamos com uma situação aparentemente razoável por conta da boa maré das commodities; nossa balança comercial deve muito ao agronegócio e à extração mineral; a China tem comprado boa parte dessa produção. Porém, as autoridades monetárias chinesas já se preocupam com a chegada da crise àquele país. As compras vão diminuir e os preços das commodities também.

O Brasil, país que vive de convulsões econômicas e políticas — espasmos que são as eleições —, é incompetente em pensar soluções de longo prazo. Aferra-se ao presente como na copa do mundo: grita quando há gol e chora quando perde. Acostumamos a classe política ao populismo e ao oba-oba dos bons momentos.

Alguns dirão “PAC” como quem diz “abracadabra”. É vistoso e resolve a questão dos votos: muito foguetório e poucas realizações.

O Governo deveria aproveitar a boa maré — até quando? — e fazer as reformas política e tributária; serão extremamente impopulares entre os políticos, que não querem perder seus “direitos adquiridos”. Qualquer atentado à oligarquia será rechaçado e o Governo — e o partido governante —, devidamente punido como estamos vendo na atual crise política. Mas estaria o PT disposto a tal sacrifício?

Somos um país de epiléticos políticos vivendo de remédios que não são nada mais que placebo.

* * *

Publicado na Tribuna Impressa de Araraquara, em 20/3/2012.

Anúncios
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: