245. A cultura do trabalho

Saída de fábrica no Brás, São Paulo, anos 1950. Foto: Paulo Peter Scheier

Da ideia de trabalho de sol a sol dos nossos antepassados, pouco ficou. Um exagero deles, certamente. Porém, o hedonismo que caracteriza as novas gerações é surpreendente. Não hedonismo no sentido próprio da vadiagem, como se dizia antigamente; afinal, o trabalho é necessário para sobrevivência.

O conceito de trabalho que construiu nosso Estado, seja pelos primeiros povoadores — fora da órbita e das benesses do poder colonial — seja pelos imigrantes assolados pela miséria em suas pátrias de origem e tangidos na alma pela vontade de “fazer a América”, está em descrédito, absolutamente desvalorizado.

Novos valores disseminados pela sociedade, como a recompensa sem esforço, o dolce far niente e o consumismo têm deixado marcas profundas na juventude que renega os estudos, cresce com a ideia de “fazer uma carreira” apenas pelas vantagens financeiras — por isso as marés de profissionais de determinadas áreas, o “curso da moda”.

A pressa — outro mal moderno — em obter bens leva à frustração para com o trabalho — baseado em conquistas graduais, em poupança —, ao descontentamento, à absoluta falta de responsabilidade que se observa em alguns setores. Há quem veja nesse mecanismo uma “compensação histórica” por opressões atávicas, mas se esquecem de que não basta buscar justiça social se não há responsabilidade individual, se o valor do social do trabalho não for reafirmado.

Não será dessa maneira que nós — portadores de “PIB inglês”, mas de mentalidade rasteira — chegaremos ao clube das nações desenvolvidas. No máximo, entraremos pela porta dos fundos para lavar os pratos do banquete alheio.

* * *

Texto publicado na Tribuna Impressa de Araraquara em 15/3/2012.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: