218. Em nome de quem?

A Justiça, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul

Em questão de um mês, vimos três manobras políticas assombrosas que põem em risco a credibilidade das instituições da res publica e é impossível não vê-las emaranhadas entre o oportunismo político e o quixotismo.

Primeiro, o imbróglio do Pinheirinho. Orquestrado para que a bomba estourasse na mão do Governo do Estado, a confusão judiciária entre tribunais e varas que não tinham jurisdição entre si deixou claro que os moradores foram usados como massa de manobra. Ao Governo, não restava obedecer à ação de reintegração, sob pena de descumprir a Constituição. Houve capitalização política para os que se opõem ao governo tucano de São Paulo.

Segundo, a questão da PM baiana. Se bem que se trata de um ‘tiro no pé’ dos que são situação local e federal. Por mais justas que sejam as reivindicações dos policiais militares, deixaram a Bahia toda à mercê da violência e infligiram o dispositivo constitucional que lhes veta o direito de greve, já que as PMs são consideradas parte das Forças Armadas. Silêncio total na esquerda; afinal, o Estado é governado por ela.

Por último, mas de alta importância, o vazamento do auto de infração da Receita Federal à Prefeitura de Araraquara por conta dos créditos tributários. Há uma questão espinhosa por trás disso: um erro (se houve) não se conserta com outro. Existe uma legislação que veta a divulgação do auto; está no Código Tributário; e “em nome do povo” não se pode passar sobre a lei.

Basta folhear um livro de História para arrolar desmandos, expurgos, pogroms e genocídios justificados por “em nome do povo” e “por um bem maior” e que camuflavam interesses espúrios.

Em nome de quem?

* * *

Publicado na Tribuna Impressa de Araraquara. Disponível também no Portal Araraquara.com.

Anúncios
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: