116. Bestiário da República: Precedentes

Através de um texto publicado em Lula é minha anta do jornalista Diogo Mainardi, extraí a informação do atentado a Indro Montanelli, ao qual dedico algumas linhas.

Também aproveito para iniciar uma ‘nova coluna’ do blogue: o Bestiário da República, na qual ficarão os eventuais textos sobre política.

Em 1976, a Itália estava rachada entre a Democracia Cristã e o Partido Comunista Italiano. Indro Montanelli, jornalista do Corriere della Sera e do Giornale e opositor ferrenho dos Comunistas, considerou perigosa a recente subida deles nas pesquisas e declarou, calcado no que disse, em ocasião similar Gaetano Salvamini: “Turiamoci il naso e votiamo DC”; ou seja, que mesmo com toda a podridão da Democracia Cristã, ela não oferecia tantos riscos como o totalitarismo imbuído na ideologia comunista: “Tapemos o nariz e votemos na DC”. Talvez por influência de Montanelli, a DC virou o jogo e ganhou as eleições daquele ano.

Em 2 de junho de 1977, Indro Montanelli foi vítima de um atentado das Brigadas Vermelhas, ligadas ao PCI. Quando entrava na sede do Giornale em Milão, como toda manhã, foi ferido junto à esquina da rua Marin com a Praça Cavour, com uma pistola 7.65, provista de silenciador e que disparou todos os sete tiros de um pente e um oitavo já no cano, atingindo o jornalista duas vezes na perna direita, uma vez de raspão na perna direita e na nádega, onde o único projétil não trespassou.

O elemento, antes de disparar, perguntou pelas costas a Montanelli, se era de fato ele e abriu fogo enquanto o jornalista se virava para responder. Atingido, Montanelli não procurou de sacar a pistola que trazia consigo, mas tentou manter-se de pé agarrando-se ao alambrado dos Jardins Públicos, acabou caindo por terra enquanto gritava: “Velhacos, velhacos!”, na direção do terrorista e do seu cúmplice que fugiam; pouco depois, declarou a uma das pessoas que lhe socorreu: “Aqueles velhacos ferraram comigo. Os vi cara a cara, não os conheço, mas acredito que possa reconhecê-los”.

Extraído da Wiki.it baseado nos Diários de Montanelli.

A PCI, através das Brigadas Vermelhas perpetrou uma série de atentados e assassinatos, culminando inclusive com o assassinato covarde do primeiro-ministro Aldo Moro.

Será que a nossa esquerda não seria capaz de algo do gênero? Por ora, continuam enchendo os jornalistas que denunciam suas falcatruas e seus abusos de poder, lançando mão da Justiça. Como não tem razão, está sempre perdendo. Mas e em mais quatro anos de PT; e em mais oito? “É hora de tapar o nariz…”

Anúncios
Post seguinte
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: