103. Sonolentos passarinhos

Praticamente não há traduções ao português da obra do poeta romeno Mihai Eminescu. A única que conheço é a de Luceafărul («A Estrela da Manhã») que, no momento, não consigo encontrá-la novamente na rede. De posse de um disco de canções pátrias cantadas pelo Coro «Doina» do Exército Romeno, deparei-me como Somnoroase păsărele, última faixa do tal disco, totalmente a capella. O poema original está contido no livro Poesii, de 1884. A interpretação pode ser ouvida ali, no meu Tumblr e deixo aqui uma tradução que respeita métrica e esquema de rimas; talvez tradução seja uma palavra um pouco pretensiosa para o que se segue, então deixemos como adaptação ao português. Talvez as rimas com -inho assuste o leitor por sua aparente pobreza, mas permitimo-nos fazê-lo, uma vez que no poema original existem rimas que se apoiam em -le, que, nos dois casos em que aparecem, são as variantes do artigo definido posposto do romeno. Possivelmente equivalem a uma rima em -ar ou em -ão, as mais simples em português.

Como o meu domínio do romeno é limitado, usei também uma versão em inglês que me pareceu boa, de autos desconhecido e que está aqui também, logo após o original em romeno. Espero que a audição e o texto sejam do agrado.

Devo confessar ainda que o que mais me impeliu em traduzir (ou adaptar) o poema foi a sua versão cantada. Aliás, a acentuação procura permitir que a versão portuguesa seja igualmente cantável.

Sonolentos passarinhos


Sonolentos passarinhos
escondendo-se da noite,
estão calmos nos raminhos –
Boa noite!

Desce a primavera um véu
Quando o bosque quieto jaz:
flores dormem no vergel –
Dorme em paz!

Estão os cisnes nos seus ninhos,
beiram o lago tristonho
protegidos por anjinhos –
Doce sonho!

Vem a lua delicada
como um feitiço da noite
com sua luz abençoada –
Boa noite!

Somnoroase păsărele
(Mihai Eminescu)

Somnoroase păsărele
Pe la cuiburi se adună,
Se ascund în rămurele –
Noapte bună!

Doar isvoarele suspină,
Pe când codrul negru tace;
Dorm şi florile-n grădină –
Dormi în pace!

Trece lebăda pe ape
Între trestii să se culce –
Fie-ţi îngerii aproape,
Somnul dulce!

Peste-a nopţii feerie
Se ridică mândra lună,
Totu-i vis şi armonie –
Noapte bună!

Sleepy birds
(autor da tradução desconhecido)

All those sleepy birds
Now tired from flight
Hide among the leaves
Good-night!

Only the spring whispers
When the wood sleeps silently;
Even flowers in the gardens
Sleep peacefully!

Swans glide to their nest
Sheltering among the reeds
May angels guard your rest,
Sweet dreams!

Above a night of sorcery
Comes the moon’s graceful light,
All is peace and harmony
Good-night!

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. A coragem de sempre de perscrutar línguas inóspitas.
    Só fico em dúvida com flores no vergel. Pareceu-me destoar como algo fora do registro.
    Não tenho noção nenhuma de romeno, mas se o inglês foi ligeiramente fiel, essa é a única expressão fora da sua tradução.
    O restante está delicado e vernáculo, assim como em inglês. Está muito bom!

    Responder
    • Sérgio F. Mendes

       /  05/03/2010

      É, Miguel, não há muita maneira. Ou sacrifica-se o conteúdo, ou a métrica, ou as rimas… algo tem de ser sacrificado por preferir alguma dessas vertentes. Como a estrutura do poema é em forma, digamos, de uma cantiga de ninar, optei por manter métrica e rimas… em detrimento de alguns por menores, como o vocabulário, com nota para esse ‘vergel’ em lugar de ‘jardim’. Diferentes, mas dentro de um campo semântico comum. De concessões é feita uma tradução. Ainda mais em se tratando de poesia…

      O meu romeno também é um tanto quanto precário, por isso me baseei no DEX-Dicționare ale limbii române – http://dexonline.ro/ – que é um senhor dicionário etimológico em romeno, e na versão inglesa, como uma certa muleta. Como todo pai coruja, acho que o resultado ficou satisfatório; acho que até o tom piegas do Romantismo tardio de Eminescu está aí conservado… mas tradução de poesia não é lá muito a minha escola. Acabei fazendo-o mais por uma simpatia pela versão que ouvi cantada.

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: