102. Vinagre

Achei uns textos velhos no domingo e estou atrás de outros. Coisas que não reconheço como minhas. Estou calmo e ao mesmo tempo irritável, como é da natureza do ser humano. Odeio telefones e eles tocam o dia todo ao meu redor: são como vendedores insistentes e desagradáveis. Ao mesmo tempo, sinto-me à parte, como já dizia o Mestre, o solitário andar por entre a gente. As ladainhas ao redor, os pequenos problemas que as pessoas se criam que se tornam clamores horríssonos; é, cansei.

Anúncios
Post anterior
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: