81. Fulânia

O reino de Fulânia cunhava moedas tão grosseiras e cheias de bordas que os profissionais que mais faturavam eram os cerzidores de bolsos e os fabricantes de esparadrapos e curativos. Bastava encostar nas moedas para que um corte aparecesse nos dedos. Houve casos graves de amputações de dedos e até mesmo de morte depois que um cidadão caiu na rua e as ditas moedas entraram-lhe pelas costelas.

O que mais se vendia no reino eram linhas e agulhas, para execução dos cerzidos, e toda sorte de curativos e desinfetantes. As moedas tinham de ser limpas, porque comummente traziam algum pedaço de pele ou mancha de sangue. As moedas não mudavam porque eram feitas de maneira tradicional e com uma liga que só era obtida no reino. O príncipe herdeiro decidiu que a situação ia mudar: assim que assumisse o trono – o que não demoraria, pois o rei estava acometido por uma infecção generalizada causada por cortes nas mãos, por conta das moedas – mudaria o arcaico sistema monetário de base vigesimal e o formato das grosseiras moedas.

Chegou o dia. O príncipe foi coroado e chamou especialistas de várias casas da moeda de todo o mundo. Viu que uma moeda segura não seria difícil de fazer e ordenou a nova cunhagem. O anúncio foi feito solenemente na praça principal da capital. O novo rei que esperava uma triunfal acolhida, viu que o povo mostrou-se céptico.

Uma semana depois, os atendimentos na Santa Casa haviam caído pela metade. Porém, as novas moedas não estavam afluindo para o Erário Público. As novas moedas haviam tirado o emprego aos cerzidores de bolsos e fabricantes de curativos. Uma grande crise instalou-se no país que não produzia mais nada além de linhas, agulhas e curativos. A turba entrou no palácio com machados e decapitou o rei.

Instalou-se uma república que prometeu à choldra suja e faminta novos tempos e mudanças, incluindo a readoção do velho sistema monetário e das moedas cunhadas à moda tradicional. Assim, a neonata república de Fulânia voltou a propesperar com seus cerzidos e curativos.

Anúncios
Deixe um comentário

2 Comentários

  1. Fulânia é um nome ótimo.

    Responder
  2. “No dia da decapitação, a bolsa da Fulânia fechou com alta de 0,36%. A Bovespa caiu dois pontos. Dias negros para o mercado de Gallows paulista.”

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: