As Cartas Chilenas

Além dos textos de Psicanálise, estou lendo (ou mais folheando, lendo superficialmente, o que for mais do vosso agrado) as Cartas Chilenas, atribuídas a Tomás Antônio Gonzaga.

Certo que, em sendo aventura apenas começada, é precipitado tirar qualquer conclusão; mas apenas à leitura do prólogo já deu para ter uma ideia do que vem adiante, e também de como tal tema é atual quando aplicado à nossa classe política. Se bem que não adianta remeter-lhes um exemplar pois sua compreensão será difícil, senão impossível.

Somente à guisa de amostra, ponho aqui os primeiros quatro decassílabos brancos da 1ª carta:

Amigo Doroteu, prezado amigo,
Abre os olhos, boceja, estende os braços
E limpa, das pestanas carregadas,
O pegajoso humor, que o sono ajunta.

Esses deveriam ser versos lapidados por toda a parte e postos em metal, tendo em vista a sua precisão descritiva: “Doroteu, dorminhoco, levanta logo e tira a remela da cara”, pois o que vou te contar, por mais incrível que possa parecer, não mo contou qualquer um ou é prosa de menestrel.

Vamos ver como prossegue.

Além dos textos de Psicanálise, estou lendo (ou mais folheando, lendo superficialmente, o que for mais do vosso agrado) as Cartas Chilenas, atribuídas a Tomás Antônio Gonzaga.

Certo que, em sendo aventura apenas começada, é precipitado tirar qualquer conclusão; mas apenas à leitura do prólogo já deu para ter uma ideia do que vem adiante, e também de como tal tema é atual quando aplicado à nossa classe política. Se bem que não adianta remeter-lhes um exemplar pois sua compreensão será difícil, senão impossível.

Somente à guisa de amostra, ponho aqui os primeiros quatro decassílabos brancos da 1ª carta:

Amigo Doroteu, prezado amigo,
Abre os olhos, boceja, estende os braços
E limpa, das pestanas carregadas,
O pegajoso humor, que o sono ajunta.

Esses deveriam ser versos lapidados por toda a parte e postos em metal, tendo em vista a sua precisão descritiva: “Doroteu, dorminhoco, levanta logo e tira a remela da cara”, pois o que vou te contar, por mais incrível que possa parecer, não mo contou qualquer um ou é prosa de menestrel.

Vamos ver como prossegue

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: