A Coreia do Norte é aqui

I
Muita gente costuma jogar lama em países menores, mais pobres ou de ideologia diversa da dominante. Lógico, é fácil jogar lama nos menores. Cuba que o diga. Dois fatos: o primeiro, durante o jantar me família de hoje, enumeramos os vários países insulares da Mesoamérica. Lembramos do Haiti, da República Dominicana, de Cuba e de alguns outros melhores. Desses três (incialmente, claro), Cuba parece o que está em melhor situação. O regime capitalista garantiu um mínimo de civilidade ao Haiti e à República Dominicana? É claro que Cuba pode não ser um exemplo de pujança econômica e democracia, mas ali, no seu pedacinho, não é o diabo mais feio.

II
Começou a greve no meu trabalho. O único lugar onde a greve pode ser levada a cabo sem medo de represália é no âmbito estatal. Os bancários que o digam, pois, se não são os funcionários do Banco do Brasil, da Nossa Caixa e da Caixa Econômica Federal, ninguém tem reajuste.
Assembleia e demais atividades findas, pego o ônibus inabitual que me larga no Terminal de ônibus da Lapa, que eu não conhecia. É fácil, a estação de trem é exatamente junto ao terminal. Justamente essa estação é o mote central desse texto: os absurdos aos quais nos acostumamos e os que apontamos nos outros unicamente por não serem os absurdos habituais.
Segundo as informações desse completo sítio sobre estações ferroviárias, a tal estação Lapa, hoje pertencente à linha 8 da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e, anteriormente à Estrada de Ferro Sorocabana e, após 1971, às Ferrovias Paulistas S/A. Apesar de a linha ser já cinquentona, a estação atual data do final dos anos 70.
Muito bem, o que tem de tão especial tal estação? Eu costumava passar ali, antes de mudar o meu trajeto, mas, quem passa dentro do trem nãi vê determinados detalhes que somente quem está na plataforma, aguardando o embarque, consegue ver.
Esperando o trem, detive-me nos detalhes e reparei o quão era curiosa a estrutura metálica que segura as telhas que cobrem a plataforma. Esguias e taludas, um perfil i. Aproximo-me e reparo que são, na verdade, trilhos. Trilhos de trem.
Sim, os trilhos são resistentes, mas, são trilhos: material reutilizado. Por que? Uma estrutura feita de trilhos, provavelmente pela Fepasa. Os defensores da causa ecológica logo saltarão de suas trincheiras e dirão: olha, que exemplo bonito! A minha pergunta é simples: se a estação fosse na Paulista, na Berrini ou em qualquer outro lugar badalado à epoca da construção, a estrutura teria sido feita de trilhos encostados? É porque se trata de um menosprezo imenso do poder público com que o estabelece.
O mesmo exemplo eu tomo das estações de metrô da zona Leste. A parte leste da linha vermelha-3, em vez de ter sido feita subterraneamente não: para economizar dinheiro (que foi parar no bolso de alguém) a linha foi feita de superfície, exposta às intempéries, o que causa os costumeiros atrasos nos dias de chuva e a superlotação. Além da própria constituição dos edifícios: verdadeiros barracões de zinco, feitos com treliça. Pergunto aos então mandatários (Orestes Quércia, em particular): se tais estações fossem as da linha 2-verde, sob a Paulista, teriam sido feitas assim. Claro que não, pois ali, sob a avenida, as plataformas são revestidas de granito polido!
Lembro-me ainda da estrutura da finada estação Engenheiro Gualberto, a passarela medonha sobre a Radial Leste e a escada pavorosa que a ela dava acesso. Tudo feito de trilhos e chapas de ferro mal soldadas; na escada, via-se o chão por entre os vão dos degraus de madeira. Aquele chiqueiro funcionou até 2000.
Eis ao que nós estamos expostos. Como diz sabiamente meu pai: “Para o pobre, é tudo merda”, e ele, neste caso, está cobreto de razão.
Bem vindo à Coreia do Norte.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: