Cartas litorâneas (II)

Sempre alugávamos a mesma casa. Até que, com as minhas rendas de burocrata, compramo-la. É afastada da cidade, embora seja fácil alcançá-la a pé. O que importa é que ela não faz parte do continente de casas, assim como uma ilha bem acerca da península. E cá ficamos, encravados entre o mar e a mata, a desfrutar dos sons das vagas e dos grilos. Na verdade, serei breve agora: mudamo-nos de São Paulo para cá; os meninos permanecem em São Paulo, porque estudam, mas eu e a minha velha resolvemos ficar aqui. Que fazer dois aposentados afundados no mar de gente da Capital a não ser aumentar o mar de gente? Aqui somos nós, sem vizinhos, com os turistas lá longe e as galinhas do vizinho. Sim, há vizinhos, mas poucos. Aqui são chácaras. As galinhas vêm no meu quintal atrás de bichinhos da grama. A Olivetti agora tem seu lugar de honra; comprei uma pequena mesa somente para ela e não deixo que Olívia ponha sequer uma das suas belas toalhinhas de tricô junto, sob ou sobre a máquina. Pedi ao Marcelo que me trouxesse fitas de máquina de São Paulo, umas trinta, para que eu não seja pego desprevenido ausência do insumo. Dez cartas por dia. Continuo mantendo a média. São as minhas histórias, para que, um dia, juntas, possam recompor-me no futuro, numa lufada do acaso. Acabo as cartas, todas batidas em duas vias (e também mantenho alto o estoque de papel-carbono). As originais, vão para o correio; as cópias meto-as num arquivo metálico.

* * *

Ver também: I.

Anúncios
Post anterior
Post seguinte
Deixe um comentário

1 comentário

  1. Cartas litorâneas (III) « Hepáticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: